Imposto de Renda

Hora de Comprovar os seus Gastos!

Todo ano as dúvidas chegam sobre o que comprovar e o que não comprovar… Como restituir de forma correta, dentro das leis, e organizar todas as informações necessárias? 

Antes de esquentar a cabeça, deixar tudo para última hora ou esquecer de algum documento impostante… Entre em contato com a gente!

Enquanto isso… Veja abaixo as informações importantes sobre o IR2020.

 

Está com dúvida? Entre em contato e saiba mais informações.

 

DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA 2020 CHEGOU!

Prazo de entrega  até 30 de abril.

De acordo com a Instrução Normativa RFB nº 1.871, de 20 de fevereiro de 2019, está obrigada a apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física referente ao exercício de 2020, a pessoa física residente no Brasil que, no ano-calendário de 2019:

  • Recebeu rendimentos tributáveis , sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70 (salário, aposentadoria ou aluguéis, por exemplo);
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança).
  • Teve ganho com a venda de bens (casa, por exemplo);
  • Comprou ou vendeu ações na Bolsa;
  • Recebeu mais de R$ 142.798,50 em atividade rural (agricultura, por exemplo);
  • Tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2019 ou nos próximos anos;
  • Era dono de bens de mais de R$ 300 mil;
  • Passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2019 e ficou aqui até 31 de dezembro;
  • Vendeu um imóvel e comprou outro num prazo de 180 dias, usando a isenção de IR no momento da compra;

*BASTA ESTAR EM UMA DESSAS SITUAÇÕES EM 2019, NÃO EM TODAS!

Documentos básicos necessários do Titular da Declaração:
  • Cópia de documentos pessoais (RG, CPF ou CNH, TITULO DE ELEITOR);
  • Cópia de comprovante de residência;
  • Declaração do ano-calendário 2018 – Exercício 2019;
  • Informes de rendimentos de banco;
  • Informes de rendimentos de assalariados;
  • Informes de rendimento INSS (aposentados e pensionistas), Verbas rescisórias e saques de FGTS;
  • Informes de rendimentos de aplicações financeiras, previdência privada e poupança;
  • Informes de rendimentos de recebimentos diversos como: aluguel, prestação de serviços, etc;
  • Documentos Originais referente AQUISIÇÃO ou VENDA de imóveis (Contrato ou Escritura) e Veículos (Documento de Transferência) feitas em 2019.
    Se for parcelado, trazer carnê de parcelamento ou extrato consolidado do financiador;
  • Comprovantes de despesas com médicos, convênios médicos, dentistas, educação e outros;
Documentos básicos necessários dos Dependentes da Declaração:
  • Nº CPF de todos os dependentes mesmo menores de 16 anos (CÓPIA DE DOCUMENTOS);
  • Cópia de recibo de compra ou venda de veículos;
  • Cópia de documento referente à venda e/ou aquisição de imóveis, bens e direitos;
  • Comprovante de pagamento de financiamento de veículos, imóveis e bens diversos;
  • Despesas com dependentes estão limitadas a R$ 2.275,08 por dependente.